Category Archives: Sem categoria

Curso Teorias da Comunicação gratuito no Escola Educação

Se você tem dificuldade em se comunicar com as pessoas, há uma excelente oportunidade para trabalhar esse problema! A Escola Educação está oferecendo curso gratuito e online sobre Teorias da Comunicação, destinado para todos que tenham interesse em aprender a se comunicar melhor. Para se inscrever no curso, basta se cadastrar no site.

As aulas trazem orientações para que você saiba se comunicar da melhor maneira possível de acordo com o que deseja conseguir. Conheça os elementos básicos para uma boa comunicação estudando as principais escolas e teorias, e ainda se qualifique como profissional. O curso tem carga horária de 85 horas, no total.

Veja também:

Além desse curso, no site da Escola Educação, estão disponíveis diversos cursos totalmente gratuitos e online dentro das áreas de Informática, Idiomas, Culinária, Administração, Comunicação, Direito, entre outros. Todos os cursos possuem certificado reconhecidos pela Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED.

Para obter o certificado é necessário que o aluno atinja 60% de aproveitamento na avaliação final. O documento pode ser emitido digitalmente ou entregue em todo o território nacional.

Conteúdo do curso

Confira abaixo os tópicos abordados durante o curso:

  • Introdução à comunicação
  • Elementos básicos do processo de comunicação
  • Origens da cultura de massa
  • Escola Funcionalista
  • Escola de Chicago
  • Hipótese do uso e das gratificações
  • Teoria Hipodérmica
  • Teoria das influências seletivas
  • Teoria da Agenda (Agenda Setting)
  • Teoria Crítica
  • Escola de Frankfurt
  • Espiral do silêncio
  • Estudos culturológicos
  • Escola Francesa
  • Escola Britânica dos Estudos Culturais
  • Escola Latinoamericana
  • Folkcomunicação
  • As contribuições da América Latina para os estudos da comunicação
  • Referências

Como se inscrever

Para se inscrever, basta o interessado acessar o site da Escola Educação e realizar o cadastro para obter login e senha.

Mais informações na Central de Atendimento: cursos@escolaeducacao.com.br.

Loja virtual sem mensalidade: conheça as melhores opções em 2021

O mercado de e-commerce cresceu muito em 2020. Apesar disso, o mercado não explodiu para todos, que talvez não estavam preparados para vender online e hoje buscam opções de menor custo para se consolidar no comércio eletrônico, criando uma loja virtual sem mensalidade, e hoje vamos explorar algumas opções de baixo custo para começar a vender na intenet.

Loja Integrada

A Loja Integrada é uma das principais plataformas de e-commerce disponíveis no Brasil. Conta com mais de 1 milhão de lojas criadas, e isso mostra o quão poderosa pode ser a ferramenta.

A Plataforma disponibiliza planos a partir de R$49, você pode criar uma loja online gratuitamente com limite de 75 produtos e 5 mil visitas por mês, o que é mais do que o suficiente para começar.

Como criar uma Loja virtual na Loja Integrada

Para iniciar é só fazer o cadastro gratuito clicando aqui e você já pode iniciar a sua loja online. 

Além disso, é muito fácil configurar a sua loja online. Você só precisa de algumas informações em mãos, como peso e tamanho dos seus produtos e algumas fotos.

Claro que se você quiser se profissionalizar, é importante preencher o máximo de informações possível, mas com informações básicas você já pode iniciar. Com tempo e experiência você começa a tornar a sua loja mais profissional. O importante é não deixar para depois.

Vantagens e desvantagens da Loja Integrada

Com certeza, nem tudo são flores. Apesar de todas as vantagens na plataforma, também existem algumas desvantagens que podem impactar dependendo do seu negócio. A Loja Integrada é perfeita para a maioria dos lojistas, mas é importante considerar outros pontos na hora de criar a sua loja online.

Vantagem: baixo nível técnico

Diferente de outras plataformas, você não precisa entender muito de programação para configurar o seu e-commerce. As configurações são simples e, muitas vezes, com dois ou três cliques você já consegue integrar com transportadoras, configurar a sua loja no Facebook ou escolher entre as mais de 30 integrações disponíveis na Loja Integrada.

Algo que costuma tirar um pouco mais de tempo é a aparência da loja. Neste caso, a solução mais prática é comprar um tema pronto.  

Desvantagem: pode não ser para a sua empresa

Apesar de atender grande parte dos lojistas, algumas lojas podem sentir falta de soluções mais avançadas.

A Loja Integrada foi criada com o objetivo de ser uma plataforma que atenda as funções básicas da maioria das lojas, como disponibilizar produtos para venda, criar estrutura logística básica com cálculo de frete e integração com correios e transportadoras e meios de pagamento seguros.

Por isso, se a sua operação depende de soluções logísticas diferenciadas, com vários armazéns, cálculos e regras de negócio personalizadas, integrações avançadas com outras ferramentas ou se a sua demanda for muito grande talvez seja necessário migrar para uma plataforma de e-commerce mais robusta.

Vantagem: plano gratuito com poucas limitações

Um dos poucos limites que o plano gratuito impõe são a quantidade de produtos, pageviews e o acesso a métricas mais avançadas de vendas. Fora isso, você pode usar várias integrações e temas e configurar o seu próprio domínio.

Woocommerce

Uma opção um pouco mais complexa, mas ao mesmo tempo mais robusta. O Woocommerce é uma plataforma de código aberto, ou seja, o código e as funções da plataforma são abertos para outros desenvolvedores criarem funcionalidades adicionais dentro da ferramenta. Por ser uma plataforma “instalável”, você pode utilizar para criar a sua loja virtual sem mensalidade nem criar vínculo com os criadores.

O Woocommerce pertence ao WordPress, o que torna a solução ainda mais confiável, além de permitir a instalação de módulos adicionais e até a criação de marketplaces e modelos de negócio mais complexos. Por ser aberto, permite ainda que você contrate desenvolvedores para criar soluções 100% personalizadas para turbinar ainda mais a sua loja.

 

O Woocommerce é seguro?

Sim e muito. O termo “código aberto” pode gerar dúvidas quanto à segurança, mas, diferente do que pode parecer, as partes mais importantes do seu site não ficam abertas para qualquer usuário, apenas para quem você confia.

Além disso, algumas práticas podem deixar a sua loja mais segura contra hackers e pessoas mal intencionadas.  

Como criar uma loja virtual sem mensalidade com o Woocommerce

Diferente de outras plataformas, o Woocommerce necessita que você contrate um servidor de hospedagem e é o único custo necessário para a operação. Após isso, tudo pode ser feito sem a necessidade de pagar mensalidade. 

O Woocommerce é, na verdade, uma função adicional do WordPress que permite a criação de um e-commerce direto na plataforma. O código para instalaçaõ pode ser baixado gratuitamente e instalado em qualquer servidor que utilize linguagem de programação PHP.

É importante que você escolha bem a hospedagem, já que isso pode influenciar muito na performance da sua loja.

Escolhida a hospedagem, você pode fazer o download do WordPress direto no site oficial ( wordpress.org ) ou utilizar o instalador disponibilizado por algumas hospedagens.

Após isso, baixe e instale o plugin do Woocommerce. É importante ressaltar que o Woocommerce foi criado pela mesma empresa que criou e mantém o WordPress, por isso as duas soluções funcionam perfeitamente em parceria.

Dica de segurança: baixe o WordPress e plugins para Woocommerce apenas nos sites oficiais. Existem muitas pessoas mal intencionadas que criam versões modificadas que podem prejudicar o seu site.

A configuração do Woocommerce é um pouco mais complexa, mas é muito simples de fazer. Assim que instalado e ativado, será exibido um tutorial com passo a passo para configurar os itens básicos da sua loja.

O woocommerce já vem com um tema básico, mas você utilizar outros temas de acordo com a sua necessidade.

 

Vantagens e desvantagens do Woocommerce

Apesar de ser uma plataforma muito popular e de baixo custo, o Woocommerce pode apresentar algumas desvantagens. Listamos aqui algumas das principais vantagens e desvantagens da utilização, assim como algumas dicas que podem ajudar.

 

Vantagem: gratuito e sem limites

Diferente da maioria das plataformas, o Woocommerce não impõe limites. E como eles conseguem manter a plataforma? Além de permitir que utilize a plataforma sob demanda (como plataformas de e-commerce comuns) e cobre uma mensalidade por isso, eles disponibilizam funções especiais que podem ser compradas no marketplace oficial.

Nada disso é obrigatório e você pode hospedar o seu próprio WordPress, utilizando o seu woocommerce sem limites e sem a necessidade de pagamento de mensalidade. 

 

Desvantagem: configuração ligeiramente mais complexa

Não é um bicho de sete cabeças, mas pode parecer confuso para quem não tem familiaridade com a plataforma. Os tutoriais são simples e qualquer um pode fazer e, caso ocorra algum problema, você pode contar com a ajuda de um especialista.

Em último caso, se a sua configuração não funcionar de início você pode reiniciar o servidor e começar novamente. É um processo simples (apesar da inconveniência) que pode trazer muitos aprendizados. 

Vantagem: comunidade internacional de especialistas

Uma grande vantagem do Woocommerce é a quantidade de profissionais que utilizam a plataforma. Segundo o Built With, site especializado em análise de uso de ferramentas web, cerca de 32% de todas as lojas virtuais construídas no mundo utilizam Woocommerce. 

Junto com isso, vem uma grande quantidade de profissionais que podem te ajudar e tirar dúvidas sobre a plataforma.

 

Pronto para criar a sua loja online sem mensalidade?

Acredito que agora você está mais preparado e pode escolher uma plataforma para criar o seu próprio e-commerce. Apesar das vantagens e desvantagens, acredito que as duas plataformas são excelentes para quem está começando no comércio eletrônico sem pagar mensalidade.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre como funciona o início de uma loja virtual, é só me seguir no instagram @_douglasmedina ou assinar a minha newsletter.

O curso de criação de e-commerce está quase pronto, os assinantes serão os primeiros a saber do lançamento e terão acesso gratuito ao curso. Te vejo lá.

Dicas para Aumentar seu Rendimento Trabalhando em Casa

Quando a pessoa decide trabalhar em casa, algumas falsas ideias surgem e se a pessoa não começar a pensar com os pés no chão poderá ter uma grande decepção. Muitas pessoas pensam que somente pelo fato de trabalhar em casa elas vão trabalhar menos e ter uma vida mais fácil. Mas não é bem assim que funciona. Isso porque se a pessoa começar a trabalhar menos, ela vai ter os seus rendimentos automaticamente reduzidos, o que não acontece quando a pessoa tem um emprego fixo.

Logo a pessoa se vê obrigada a trabalhar tanto ou mais do que trabalhava antes nas empresas multinacionais. Mas é claro que existem algumas dicas que podem ser seguidas pelas pessoas que estão trabalhando em casa e que precisam manter sua produtividade em alta

 

Planeje uma rotina de trabalho.

A pessoa rende muito mais quando se coloca horários de trabalho e se compromete consigo mesmo a cumprir aqueles horários, sem precisar trabalhar até muito tarde e também sem deixar de trabalhar saber mais.

Lembre-se que muitas pessoas adoram trabalhar de noite, mas a grande maioria das pessoas trabalham em horário comercial. Ou seja, além de dificultar contatos de negócios, as pessoas que trabalham de noite também podem acabar se isolando socialmente, além de comprometer a saúde, faça uma pesquisa sobre segurança do trabalho em relação a ergonomia, pois geralmente pessoas que trabalham em casa passam horas sentadas na frente do computador.

 

Equipamentos e materiais necessários

Outra dica fundamental que a pessoa precisa seguir é o conforto para trabalhar em casa. Invista na montagem de um pequeno escritório com o espaço e os itens que são necessários para exercer sua atividade. Por exemplo, se o trabalho for realizado apenas com um computador, o ideal é que se tenha uma mesa e uma cadeira confortável, além de uma sala somente para isso, com luzes também adequadas.

Mais uma dica fundamental: mantenha sempre a organização do seu ambiente de trabalho e não misture os assuntos pessoais com os assuntos do escritório. Por exemplo, as contas da casa devem ficar em um lugar diferente das contas do seu negócio. Além disso, evite também se distrair com coisas que não estejam relacionadas com o seu trabalho para garantir a produtividade.

 

Não se acomode

Haja como se estivesse em uma empresa, onde deve-se cumprir horários específicos de entrada e saída, além do horário de almoço. Lembre-se daquele velho ditado “tempo é dinheiro”

Conheça 20+ plataformas de e-commerce disponíveis no Brasil

O mercado de ecommerces é realmente competitivo e cresce anualmente, chamando a atenção de diversos empreendedores que buscam por oportunidades para tornar-se seus próprios patrões ao abrir uma loja virtual e começar a vender produtos ou serviços online.

Existem diversas maneiras de se abrir uma loja virtual, você pode por exemplo criar um ecommerce no WordPress ou até mesmo desenvolver a sua própria página manualmente. Entretanto, de longe, a maneira mais prática e que lhe dá acesso aos principais recursos, assim como uma aparência refinada e um resultado de alta qualidade, é utilizando uma plataforma de Ecommerce.

Pensando nisso, vamos listar as melhores plataformas de Ecommerce brasileiras nesta lista atualizada para 2021 de forma que você possa compará-las e decidir qual solução nacional se adequa melhor ao seu nicho de mercado. Vale mencionar que as posições da lista não estão distribuídas em ordem de qualidade, afinal, todas as opções são excelentes. Confira!

E claro, não deixe de impulsionar os resultados de seu ecommerce atendendo clientes em tempo real com o JivoChat – a melhor solução de chat online para seu ecommerce.

1. Wix

Não há como falar sobre criação de sites ou lojas virtuais sem mencionar a plataforma de ecommerce ou CMS da Wix. A empresa se destaca como melhor construtor no ambiente digital e é indicado para empresas de qualquer porte.

Seja você um empreendedor que está apenas adentrando neste nicho de mercado ou um ecommerce já bem estabelecido buscando por uma plataforma mais robusta, certamente gostará de conferir todos os recursos profissionais oferecidos pela Wix.

A plataforma de ecommerce conta com ferramentas de gestão de produtos e controle de estoque, modelos de sites modernos e altamente personalizáveis através de um construtor arraste e solte e claro, páginas otimizadas para dispositivos móveis.

Confira a nossa avaliação completa da Wix, onde falamos sobre os principais recursos disponíveis!

Crie sua loja virtual com a Wix

2. Nuvemshop

Em segunda posição na nossa lista de plataformas de ecommerce brasileiras, apresentamos a Nuvemshop, que oferece uma solução realmente completa e profissional. Nela, você poderá criar sua loja online para vender produtos ou serviços de forma rápida e prática, além de ser possível personalizá-la exatamente como preferir.

A Nuvemshop também conta com alguns diferenciais realmente bacanas, como seu próprio painel de aplicativos que complementam seu ecommerce. Entre eles, você encontrará ferramentas para otimizar a logística de entrega, recuperar carrinhos de compra abandonados, sistemas ERP e claro, o próprio JivoChat. Vale a pena conferir e descobrir como é fácil começar a vender na internet.

Confira nossa avaliação completa de todos os principais recursos do Nuvemshop!

Saiba como criar uma loja virtual e transformá-la em seu trabalho online com a Nuvemshop

3. SITE123

Com o SITE123, é possível criar um ecommerce dentro de alguns minutos, em essencialmente apenas três passos. A plataforma não é exclusiva para lojas virtuais e também oferece outras soluções, como a criação de websites e blogs através de ferramentas extremamente intuitivas.

Não é necessário ter qualquer conhecimento de programação e design para colocar seu ecommerce no ar e começar a vender online, basta selecionar entre os diversos modelos disponíveis e personalizá-los de acordo com sua marca.

4. Tray

Definitivamente como uma das melhores plataformas de ecommerce no mercado, não poderíamos deixar de incluir a Tray. Eles oferecem todos os sistemas e recursos que você precisa em um único local, desde ferramentas de email marketing, frete, certificados de segurança à seu próprio aplicativo para dispositivos móveis e loja de aplicativos que podem ser integrados à plataforma. Se está em busca de uma solução all-in-one a Tray é uma excelente escolha. Vale a pena conferir seus planos e descobrir como é prático começar a vender online.

Confira nossa avaliação completa de todos os principais recursos da Tray!

5. Webnode

O Webnode não é exatamente uma plataforma brasileira – mas possui uma equipe dedicada ao nosso mercado e não poderia ficar fora de nossa lista simplesmente devido à sua qualidade. Ele é uma ferramenta de criação de sites que também permite usuários a personalizar e lançar sua própria loja virtual com facilidade, dentro de poucos minutos. A ferramenta conta com recursos profissionais e é extremamente prática e intuitiva, sendo indicada para todos empreendedores.

Confira nossa avaliação completa de todos os principais recursos do Webnode!

6. CartX

Com a CartX, você poderá criar uma loja virtual e começar a vender através de canais digitais com muita facilidade.

Eles oferecem grandes diferenciais para aumentar a sua conversão, como checkout transparente de 1-página, upsell de 1-clique e a possibilidade de oferecer serviços ou produtos adicionais diretamente no momento da compra para aumentar as chances de impulsionar seu ticket médio. Com certeza um dos checkouts mais flexíveis do Brasil, oferecendo até mesmo uma integração com a Shopify.

Se você está apenas começando, não se preocupe, eles tem um plano ZERO mensalidade, com uma pequena taxa por venda. Isso significa que você não possui custos para começar e só será cobrado a medida que conseguir gerar seu próprio lucro, o que é ideal para diminuir os riscos para quem está começando. Mas claro, a CartX é uma plataforma de ecommerce escalável e, assim, também conta com planos mais robustos e completos para suportar ecommerces de médio e grande porte. Vale a pena conferir.

7. Loja Integrada

Não poderíamos deixar a Loja Integrada fora da nossa lista. Ela permite que você crie seu ecommerce rapidamente e apresenta como um diferencial sua própria loja de aplicativos e temas, onde seus clientes podem facilmente encontrar soluções adicionais que podem ser integradas à plataforma, como ferramentas para atendimento, gateways de pagamento, sistemas para frete, entre outras.

A Loja Integrada conta com diversos planos para que você possa escolher o que melhor se adequa à sua realidade. A melhor parte é que o plano base é inteiramente grátis, permitindo que você já crie seu ecommerce antes de decidir se irá pagar pelos recursos adicionais dos planos planos.

8. Jumpseller

Com o Jumpseller, você tem acesso à múltiplos canais de vendas para o seu ecommerce, incluindo loja virtual, Facebook Commerce, Google Shopping e Instagram Shopping. A plataforma é realmente completa, oferecendo galeria de temas, os mais populares gateways e métodos de pagamento, métodos de envio e muito mais. Eles te permitem experimentar a plataforma por até 14 dias gratuitamente e não cobram comissões de vendas, além de oferecem a possibilidade de incluir produtos ilimitados desde o plano mais básico oferecido pela plataforma.

Crie sua loja online com facilidade na Jumpseller!

9. Wobiz

O Wobiz possui uma equipe dedicada a ajudá-lo a colocar sua loja virtual online e garantir que esteja pronta para vender. Você também pode optar por criar o design de sua loja manualmente ou deixar que a própria Wobiz faça todo o processo de instalação.

Além disso, a plataforma oferece ferramentas de marketing para que possa divulgar seu ecommerce e começar a alcançar o público alvo de acordo com seu nicho de mercado. Como uma oferta especial, acessando pelo link você pode aproveitar um mês gratuito dos recursos profissionais da Wobiz, vale a pena conferir.

10. Bagy

O Bagy é uma plataforma de ecomerce brasileira que te permite começar a vender através de canais online sem qualquer dificuldade e mais: diretamente através de seu próprio smartphone. Eles oferecem um aplicativo mobile para dispositivos Android e iOS no qual você conseguirá gerenciar tudo em sua loja, como montagem, cadastro de produtos, vendas, entre outros.

Se você busca praticidade e quer ser capaz de administrar sua loja através de um app em seu smartphone, vale a pena conferir os diferenciais e planos do Bagy.

11. Weebly

Com o Weebly, você consegue criar um ecommerce de forma personalizada, partindo de temas profissionais e responsivos, ou seja, otimizados para dispositivos móveis. A plataforma de ecommerce oferece um painel intuitivo que facilita o controle e gestão de produtos, carrinho de compras, cálculo de impostos, envio de mercadorias e controle de estoque.

Eles também oferecem um aplicativo mobile para que você possa rastrear tudo que acontece em sua loja diretamente através de seu smartphone, acesse e confira os planos disponíveis.

12. iSET

A iSET conta com uma grande gama de soluções integradas à sua plataforma de ecommerce, como ferramentas para checkout transparente, frete inteligente, vendas via mobile, etc. Com eles, você também poderá anunciar seus produtos em marketplaces como a Amazon, Americanas, Mercado Livre e diversos outros.

Eles também contam com seu próprio gerenciador de temas, facilitando a personalização de sua loja para que o resultado final fique exatamente como você preferir. A iSET oferece diferentes planos e pode ajudá-lo a identificar exatamente qual deles se adequa melhor ao seu negócio.

13. Oruc

Se você está em busca de uma plataforma de ecommerce que oferece ferramentas de vendas e marketing digital, as principais formas de envio e soluções para frete, gateways de pagamento e integração com markeplaces, certamente gostará de conferir os diferenciais da Oruc.

A plataforma conta com essencialmente todos os recursos que você precisa para impulsionar seus resultados e começar a vender online dentro do menor intervalo de tempo possível – e ainda oferecem atendimento em tempo real através do chat caso precise de qualquer tipo de auxílio, vale a pena conferir.

14. Brasil na Web

A Brasil na Web também não pode ficar fora, sendo uma das melhores plataformas de ecommerce brasileiras e hospedando mais de 2 mil ecommerces no país. Com ela, você consegue criar uma loja online com layout responsivo e com um editor de páginas realmente intuitivo, ou seja, não precisa saber programar ou ter conhecimentos em design para criar uma loja profissional.

A plataforma de ecommerce conta ainda com recursmos avançados de otimização de conversões e marketing digital, além de cobrir tudo que você precisa para gerenciar seus produtos, estoque, administrar sua loja, acompanhar relatórios e mais.

15. Live eCommerce

A Live eCommerce é uma plataforma de ecommerce focada em conversão, presente no mercado desde 2012, possui um checkout exclusivo com o objetivo de minimizar ao máximo o atrito na compra dos consumidores.

A plataforma, utiliza a metodologia Saas (software como serviço) e conta com diversas funcionalidades como loja virtual, app de vendas customizados, televendas, além de ferramentas como “Classificação de Clientes”, em que você pode listar clientes especiais e oferecer descontos personalizados, e “links rastreáveis”, para controlar o desempenho de suas campanhas promocionais.

Na Live eCommerce, o cliente ainda opta por layouts de loja pré-definidos ou personalizados de acordo as suas necessidades de customização. Conte também com integração a marketplaces, ERP’s, PDV’s e uma equipe de suporte sempre disposta a tirar todas as suas dúvidas. Vale a pena conhecer!

16. FlitCommerce

Que tal abrir sua loja virtual de forma fácil, rápida e sem perda de tempo com burocracia? Com a plataforma FlitCommerce, você consegue configurar uma loja profissional e deixá-la pronta para começar a vender em poucos minutos. A plataforma oferece layouts responsivos, ou seja, otimizados para dispositivos móveis como smartphones e tablets, altamente personalizáveis.

Além disso, você poderá contar com funcionalidades de SEO e marketing digital, gerenciamento de estoque, múltiplos canais de vendas como Instagram Shopping, Facebook Shop e venda pelo WhatsApp. Destacamos ainda que eles contam com recurso de checkout openpage e todos os planos disponíveis oferecem produtos e visitas ilimitadas para seu Ecommerce.

Criando sua loja através do nosso link, você poderá contar com a equipe da FlitCommerce para configurar toda a sua loja e deixá-la pronta para começar a vender!

17. Magazord

O Magazord é uma plataforma de ecommerce brasileira com mais de 6 anos de experiência no mercado. Ela oferece soluções profissionais para criação de lojas virtuais e diferenciais como: ERP Nativo integrado, gateway de fretes e pagamentos, possibilidade de integrar à marketplaces e até mesmo soluções para controle de estoque.

Portanto, ela é uma resposta ideal para quem busca uma plataforma que oferece todos os recursos necessários para impulsionar suas vendas e atingir clientes na internet, em um só lugar. Vale mencionar ainda que suas páginas serão otimizadas para SEO e funcionam perfeitamente em dispositivos móveis. Para conhecer mais, basta acessar e entrar em contato com a equipe deles.

18. Loja Virtual

A Loja Virtual também conta com uma plataforma robusta e completa que oferece essencialmente todos os recursos que você precisa para colocar sua loja online no ar no menor tempo possível. Eles permitem inclusive que você selecione seu nicho de mercado, como artesanato, roupas e acessórios, eletrônicos, tênis e calçados, entre outros.

Eles oferecem diferentes planos com opções de pagamento mensal ou trimestral e recursos de acordo com a amplitude de sua loja. Cada plano apresenta seu próprio limite de cadastro de produtos mas todos eles oferecem visitas ilimitadas.

19. Jet NEO

Com a Jet NEO, você tem acesso à uma plataforma versátil e que oferece diferenciais realmente interessantes para empreendedores que já possuem sua própria loja física, como por exemplo a possibilidade de cadastrar seus vendedores e acompanhar o estoque disponível.

A plataforma garante páginas responsivas e prontas para ajudá-lo a impulsionar as vendas no m-commerce e também oferece integração com marketplaces. Se você está atrás de uma solução de ecommerce omnichannel para começar a vender online, vale a pena conferir os diferenciais da Jet NEO.

20. Minestore

A Minestore apresenta excelentes opções até mesmo para quem já possui sua própria loja virtual em outra plataforma de ecommerce. Claro, você também terá acesso à todos os recursos necessários para criar uma loja de qualidade e personalizá-la do jeito que preferir e de acordo com seu nicho de mercado.

Um diferencial interessante da Minestore é que, além dos diferentes planos mensais, eles contam com um pacote onde não há valor fixo cobrado como assinatura, mas sim um percentual sobre os pedidos efetivados, sendo ideal para empreendedores que estão começando agora.

21. Irroba

A Irroba é capaz de montar realmente toda a estrutura de seu Ecommerce, oferecendo inclusive e-mails empresariais em seus servidores, além de uma plataforma robusta para sua loja online. Além disso, eles também contam com módulos para emissão de nota fiscal eletrônica, prestam consultoria especializada para ajudá-lo a converter mais e ainda oferecem treinamento qualificado.

Você terá seu domínio próprio independente do plano selecionado e claro, poderá personalizar sua loja com diferentes temas e layouts. Seja para um ecommerce B2C (Business-to-Customer) ou mesmo B2B(Business-to-Business), a Irroba certamente poderá atendê-lo.

22. Webstore

Outra excelente opção em nossa lista é a plataforma de ecommerce da Webstore, apresentando como diferencial a possibilidade de experimentá-la gratuitamente por 20 dias. E claro, isso não é tudo, eles também oferecem a possibilidade de anunciar produtos em marketplaces e contam com integrações para frete, marketing, segurança, ERPs, ferramentas de e-mail marketing e essencialmente tudo que você precisa.

A Webstore dispõe de planos mensais ou anuais (com desconto), sendo o mais básico deles inteiramente gratuito para que você não hesite em começar seu negócio. Todos os planos contam com certificados de segurança, SEO e outras vantagens.

23. Boxloja

Abra sua loja online com a Boxloja e tenha acesso à uma página responsiva, compatível com dispositivos móveis, com integração às redes sociais e que oferece relatórios de venda realmente detalhados. A plataforma de ecommerce conta ainda com ferramentas de e-mail marketing, programas de fidelidade, sistema de afiliados e até mesmo a possibilidade de vender produtos digitais para download.

Eles oferecem planos para novos empreendedores que estão começando agora ou até mesmo para quem já possui sua loja online e deseja migrar para uma plataforma mais completa como a Boxloja, é importante mencionarmos também que ambos planos podem ser experimentados gratuitamente por 15 dias, não deixe de conferir.

24. E-Com Club

Com a plataforma de ecommerce da E-Com Club, você poderá escolher entre diversos planos ou mesmo criar sua loja online gratuitamente. Eles oferecem integrações com diversos aplicativos para avaliações de produtos, SEO, análise de relatórios, comparadores de preços, vitrine inteligente e muito mais.

Você certamente encontrará um plano que se adeque ao seu negócio dentro das diferentes opções oferecidas pelo E-Com Club, portanto não deixe de conferir a solução deles para abrir seu negócio digital o quanto antes e oferecer uma experiência de compra diferenciada para seus clientes.

25. Betalabs

Não poderíamos deixar de mencionar a Betalabs em nossa lista. Os recursos oferecidos pela plataforma são ideias para quem está em busca de uma solução projetada para ajudá-lo a acelerar seu faturamento e realizar vendas recorrentes.

Na Betalabs, você cria um ecommerce flexível para vendas de produtos, serviços ou assinaturas no modelo B2C ou B2B. Além disso, toda a operação de seu negócio digital é unificada, desde a consolidação das vendas na página do ecommerce ou em marketplaces à emissão de notas fiscais e controle de finanças.

A melhor parte é que a plataforma não cobra qualquer tipo de valor sobre suas transações e ainda facilita a migração caso já possuia um ecommerce. Realmente vale a pena conferir todos os diferenciais oferecidos por eles.

26. Uilia

A Uilia permite que você crie sua loja online de forma prática e rápida, garantindo segurança para você e seus clientes além de dispor de servidores de alta qualidade para que você tenha certeza que sua página nunca ficará fora do ar. Com o sistema deles, você poderá facilmente criar produtos e gerenciar seu estoque, personalizar sua loja, oferecer checkout transparente e muito mais.

Além dos planos prontos oferecidos pela Uilia e a possibilidade de testar sua plataforma gratuitamente por 7 dias, eles também permitem que empreendedores criem planos personalizados que se adequem exatamente às suas necessidades.

Atraia visitantes e venda mais: 3 formas infalíveis para iniciar a trajetória do cliente até a venda

Ah, você quer vender mais? Tem muita gente vendendo formulas que prometem jogar os seus resultados acima da exosfera e a sua empresa vai dominar o mercado. Mas infelizmente não existe mágica que atraia visitantes e faça com que comprem o seu produto ou contrate o seu serviço.

Existe, sim, algumas técnica, e aqui vamos falar de três delas, que aumentam a exposição da sua empresa. Na verdade vamos falar das principais técnicas baseadas em conteúdo para despertar o interesse de forma orgânica e (que o leitor use de discercimento) sem custo. Por “sem custo” entende-se que não envolve diretamente investimento em campanhas.

Aumentar o número de visitantes ajuda a vender mais?

Fazendo uma análise rápida, quanto mais visitantes, mais pessoas conhecendo o produto e por consequencia mais possíveis interessados. O visitante pode conhecer o produto e comprar num primeiro momento, sim, mas é importante criar uma estratégia mais completa. Esta é apenas a primeira etapa da trajetória do seu cliente até que ele compre o seu produto.

Então, vamos às principais formas orgânicas de aumentar o tráfego de uma página:

1. Redes sociais

Facebook

Por trás de toda a beleza, fotos de gatinhos, viagens que os seus amigos não te convidaram e venda de dados pessoais se encontra uma ferramenta que pode ajudar a acelerar o seu negócio.

Facebook é a rede social mais utilizada no Brasil, e se o seu mercado é B2C (ou mesmo B2B) existe uma grande possibilidade de o seu público estar lá. Por isso, vender no Facebook pode ser uma boa idéia. Mas para vender mais, é importante aparecer para engajar público.

Para aparecer no Facebook é importante ter uma página profissional e gerar conteúdo relevante (jura?), mas precisa ser relevante o suficiente pra motivar os seus seguidores a compartilhar as suas postagens. Essa é a principal (se não for a única) forma de aumentar o seu público nas redes sociais, focando em engajamento.

O Facebook ainda é utilizado para gerar vendas diretamente, anunciando os produtos, atendendo por comentários e concretizando venda no Messenger.

É errado? De forma alguma. É produtivo? Talvez. É prático? Não.

Embora o seja uma rede social que gere muita interação, crie oportunidades de venda e muitas delas se concretizem, existem formas mais práticas de vender na internet, usando um ecommerce, por exemplo.

Mas com a ferramenta certa e o potencial de viralização e engajamento do Facebook, os seus resultados podem chegar e num outro nível.

Vale a pena ter uma loja virtual?

Instagram

Instagram é onde todo mundo gosta de mostrar a sua vida e o público costuma ser ligeiramente mais seleto em comparação com Facebook. Existe a possibilidade de criar um perfil empresarial com botões de contato e algumas estatísticas e dados ❤ de público.

Dados são a coisa mais valiosa que um negócio pode ter, então use pra direcionar as suas decisões e descobrir como atrair mais visitantes. Redes sociais como o Instagram e Facebook são ótimas plataformas pra levantar dados, conhecer o seu público e gerar engajamento.

É importante que você saiba que as vezes redes sociais diferentes tem públicos diferentes, mesmo quando são “irmãs” como Instagram e Facebook. Por isso escolha quais mídias vão atrair o público correto e direcione conteúdo personalizado, se for necessário.

Uma ferramenta muito útil no Instagram e que pode gerar muito engajamento é o Instagram Stories. Funciona de forma semelhante ao (finado) Snapchat: uma foto ou vídeo disponível por 24h que será destacada no seu perfil.

Além disso é possível fazer transmissões ao vivo e os seus seguidores poderão receber uma notificação push quando sua live iniciar. Este é outro recurso muito poderoso pra engajar seguidores.

Ainda falando de Stories, é possível fazer enquetes, mostrar os seus produtos, usar tags de geolocalização e, claro, anúncios. O importante é entender o que desperta o interesse no seu público e usar isso para direcionar para o seu site ou loja virtual, usando call-to-action, por exemplo. Apenas seja criativo.

Linkedin

Linkedin é uma rede de negócios, então pode ser um ótimo lugar pra você vender para outras empresas e fortalecer o seu networking.

Por isso é importante criar conexões com pessoas importantes no seu mercado, fortalecer relacionamentos e gerar conteúdo que chame atenção dos seus prospects. Siga potenciais clientes e lembre de levar informações relevantes sobre a sua marca e o seu produto. Isso pode criar uma atração de forma natural.

O Linkedin mostra o momento exato da atualização e assim é mais fácil identificar os horários que os seus contatos estão disponíveis e consequentemente o melhor momento para postar e levar o seu conteúdo para eles.

Além disso existem outras ferramentas de prospecção e qualificação de leads, que poderão impactar bastante nas suas vendas. Vale dar uma olhada.

Youtube

O queridinho da galera também pode ser uma forma de aumentar o seu tráfego, mas o seu conteúdo é ligeiramente diferente. Apesar de ser possível usar texto nas descrições e títulos (que podem ser boa armas, por sinal), o foco do Youtube é conteúdo em vídeo. Ou seja, não vale postar vídeo de gatinho e esperar ter retorno. Aqui vale a mesma estratégia dos outros meios: conteúdo relevante e que agrega para o seu público.

Por ser uma rede social do Google, o algoritmo pode funcionar de forma semelhante às buscas do Google e prioriza a experiência e a relevância desse conteúdo. Vídeos que são assistidos até o final, que título condiz com o conteúdo e utilizam as palavras-chave corretas tem mais possibilidade de ser encontrados.

Um contra da rede social é que gravar vídeos de qualidade pode ser caro e exige uma estrutura maior, mas se você consegue criar e manter essa estrutura, criando conteúdo regularmente, pode ser uma ótima (e talvez a melhor) estratégia para ganhar público. Não use isso como empecilho para utilizar a rede! Seja criativo e faça o melhor com os seus recursos. Um bom exemplo disso é o Whindersson Nunes, que grava com o próprio celular, com uma estrutura relativamente pequena e é um dos mais famosos do país. Um belo case.

2. Blog

Exatamente, escreva. Mas escreva sobre o que interessa a sua persona, isso é o mais importante. Crie conteúdo que agregue valor e desperte o interesse do seu público. Nesse momento é importante saber exatamente quem é, o que quer e como o seu público se alimenta (de conteúdo, claro).

Entender o seu público é o primeiro passo para saber o que produzir de conteúdo, qual a linguagem e tom de voz utilizar e como fazer o conteúdo chegar até ele.

Vale a pena investir em ferramentas, estudos e esforços para isso.

Como criar um blog?

3. SEO

Boa parte dos bons conteúdos da internet passa pelo Google, se não todo. Mas se não está bem posicionado se torna mais difícil de ser achado e se não é achado… não será visto.

As técnicas de SEO existem para que isso não aconteça e o seu conteúdo seja encontrado no momento em que as pessoas estão procurando por ele. Para isso podemos seguir as diretrizes que o Google nos dá para operar na ferramenta ed-italia.com.

Algumas vezes são medidas mais técnicas, mas hoje em dia se encontra muito material bom sobre isso. Se preferir nós podemos fazer isso, mas é importante que seja feito. Essa otimização ajuda muito no posicionamento do seu site.

Conclusão

Crescer envolve trabalho, mas acima de tudo são as técnicas mais humanas que trazem maior resultado. Nada mais humano que despertar interesse, ler sobre o que nos importa e comprar produtos e serviços de empresas que se relacionam com a gente.

Se ficar atento ao comportamento do seu público é possível prever as suas ações, quais conteúdos despertam mais interesse e entregar o que o usuário quer.

Gostou do artigo? Comente o que achou e compartilhe nas redes sociais 😉